Geral
Foto: Beatriz Salomé/Arquivo pessoal

A cidade de Moreira Sales, na região noroeste do Paraná, decidiu trocar os tradicionais fogos de artifício para celebrar a chegada do Ano Novo por balões com sementes de árvores. Em um ano atípico, a medida foi tomada por causa da pandemia e para proteger animais.

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Moreira Sales tem 12.042 habitantes. A cidade também registra 238 casos e três mortes por Covid-19, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa).

A prefeitura informou que a decisão de trocar os fogos de artifício pelos balões se deu depois de uma reunião com membros de uma organização não-governamental e a associação comercial da cidade.

Ao todo, três mil balões serão soltos na virada para 2021 para simbolizar pedidos de paz, saúde e esperança, além de homenagear os profissionais da saúde que estão na linha de frente do combate à pandemia.

Os balões serão distribuídos para a população ainda nesta quinta-feira (31).

Tradição diferente

Beatriz Salomé, que é voluntária da ONG Amigo Bicho de Moreira Sales e servidora da prefeitura, contou que a organização vem pedindo há alguns anos a substituição dos fogos de artifício por outro tipo de comemoração, por conta dos animais.

Segundo a voluntária, a ONG acabou perdendo alguns animais nos últimos anos por causa do barulho.

“Esse ano com a pandemia eles fizeram uma reunião e acharam que não seria legal comemorar com os fogos, em forma de respeito às pessoas que estão doentes, aos que perderam alguém da família e por esse pedido que vem de algum tempo da ONG”, contou.

Os balões escolhidos são biodegradáveis, que se decompõem no meio ambiente de maneira mais fácil. Cada balão conta com semente de árvores nativas e frutíferas.

As famílias que vivem na cidade serão responsáveis por soltar os balões dentro das próprias residências para evitar aglomerações.

A voluntária Beatriz Salomé disse que a nova forma de comemorar a virada pode ser um começo para ações futuras que contribuam com o meio ambiente, ajudem os animais e tragam esperança para o novo ano que chega.

“Se tem pessoas e animais sofrendo, não é legal. Está sendo uma conquista muito maravilhosa. Esperamos que a cada ano a gente consiga melhorar cada vez mais, tentando mudar, fazer algo que as pessoas também tenham consciência”, afirmou.

A ONG Amigo Bicho resgata animais e destina para lares provisórios e adoção. Além disso, a organização conta com um espaço onde, atualmente, seis animais estão sendo tratados.

G1