Geral
Foto: Reprodução

Barra do Guarita, Bom Progresso, Derrubadas, Redentora e Tiradentes do Sul são as cinco cidades pertencentes à Macrorregião de Palmeira das Missões, que ficou classificada em bandeira vermelha na 16ª rodada do modelo de distanciamento controlado, que podem adotar protocolos de bandeira laranja porque cumprem os critérios da Regra 0-0, ou seja, não têm registro de óbito ou hospitalização de moradores nos últimos 14 dias em virtude do novo coronavírus. Para tanto, as prefeituras terão que criar um regulamento local.

Outros nove municípios da Região Celeiro, Campo Novo, Chiapetta, Crissiumal, Humaitá, Inhacorá, Santo Augusto, São Martinho, São Valério do Sul e Sede Nova, que pertencem à Macrorregião de Ijuí classificada em bandeira laranja, terão uma semana com medidas menos restritivas.

Desde a 14ª rodada, está vigente o modelo de cogestão, no qual as regiões Covid podem adotar protocolos menos restritivos à bandeira na qual estão classificados, mas no mínimo iguais à bandeira anterior. Para tanto, Braga, Esperança do Sul, Coronel Bicaco, Miraguái, Tenente Portela, Três Passos e Vista Gaúcha precisam elaborar planos estruturados próprios aprovados por no mínimo dois terços dos prefeitos e avalizados por uma equipe técnica.

A adoção de protocolos alternativos não altera as cores do mapa definitivo, que será divulgado após análise dos recursos pelo Gabinete de Crise, na tarde de segunda-feira (24/8). A vigência das bandeiras da 16ª rodada começa à 0h de terça-feira (25/8) e se encerra às 23h59 de segunda-feira (31/8).