Bichos
Foto: Reprodução

Em Santa Maria do Herval, no Rio Grande do Sul, uma cobra caninana foi avistada em uma propriedade do bairro da Amizade. Diferente de chamar os bombeiros ou se sentir ameaçado, o morador pediu que as pessoas deixassem o animal viver em paz.

De acordo com o portal O Diário, o morador Cláudio Zahler, disse que a cobra é inofensiva e se alimenta de ratos e sapos, o que também o favorece.

Uma das cobras mais rápidas do Brasil

A espécie Caninana é (Spilotes pullatus) não é venenosa e contribui especialmente para quem armazena grãos, já que ela equilibra a cadeia alimentar e se alimenta dos ratos que podem ser atraídos.

Esta cobra é muito rápida e tem agilidade no solo, árvores e água. Ela é uma das maiores serpentes da família Colubridae e pode chegar a medir 3 metros.

Com uma dieta variada, outras cobras e algumas aves pequenas podem entrar na alimentação da caninana. Por isso, muitas pessoas protegem os galinheiros desta visita de forma bastante engenhosa.

É importante recordar que apesar de não possuir veneno, a caninana tende a ser bem agressiva quando se sente ameaçada e seu comportamento característico de defesa consiste em inflar o pescoço e vibrar a cauda para intimidar o predador.

No Brasil, é possível encontrar a caninana principalmente em Áreas de Cerrado e da Mata Atlântica. Recentemente, o Corpo de Bombeiros de Sorriso, no Mato Grosso capturou uma cobra caninana em um parquinho de diversões para crianças.

A equipe da Fundação Ambiental Jaraguense do Meio Ambiente em Jaraguá do Sul, em Santa Catarina, também se destacou nas redes sociais ao mostrar o resgate habilidoso de uma caninana pelo biólogo conservacionista, Gilberto Ademar Duwe.

Metro