Dicas
Foto: Reprodução

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que pessoas entre 18 e 64 anos pratiquem, no mínimo, 150 minutos de atividade física aeróbia moderada ou 75 minutos de intensa por semana, como fator de proteção para doenças cardiovasculares, cânceres e risco de morte por todas as causas. 

As consequências da inatividade física custam mais de 54 bilhões de dólares para os sistemas de saúde no mundo. Por isso, o que se recomenda, normalmente, é fazer 30 minutos de exercício físico por dia.

No entanto, no ritmo frenético em que vivemos, muitas pessoas não conseguem encaixar essa recomendação na rotina. Além do que, existe uma grande confusão acerca de qual exercício físico é “o melhor”.

O melhor exercício físico é aquele que você se sente motivada a praticar e que você consegue fazer com mais frequência e por mais tempo. Quando associamos prazer e lazer à prática de atividades físicas, elas são realizadas com mais propósito e mais dedicação e intensidade, o que leva a resultados melhores. 

Além disso, longe da busca pelo “melhor exercício”, entenda que você deve procurar uma atividade que te dê prazer, te realize, te desafie, num local em que você se sinta à vontade, acolhida, bem-vinda e com pessoas que te façam se sentir bem.

Em vez de se cobrar por não estar praticando a atividade da moda, no local mais badalado e todos os dias da semana, entenda que essa busca deve ser motivada pelo equilíbrio entre o que você precisa e o que você tem disponível hoje. Alguma atividade física é melhor do que nenhuma e a qualidade do exercício é mais importante que a quantidade.

Se você não gosta de academia, de “puxar peso”, de correr ou des exercícios mais tradicionais, quem sabe está na hora de se aventurar em modalidades “fora da caixa”? Segue algumas opções:

Ioga

(e seus diferentes estilos, como hot ioga, hatha ioga, vinyasa flow, yin ioga, acroioga, aeroioga, etc)

O ioga trabalha com a tríplice “corpo, mente e espírito” como os pilares para uma vida plena. A prática mais avançada inclui a meditação, que é o estado mais profundo do controle dos pensamentos. Poucas atividades são tão completas quanto o ioga, que fortalece o corpo, relaxa a mente e alimenta o espírito, aumentando a auto estima, trazendo paz interior e significado à vida.

Acrobacias em tecido

Prática em que os praticantes sobem em tecidos fixados no teto por meio de acrobacias e movimentos específicos, que ajuda a fortalecer a musculatura e a aumenta a consciência corporal.

Atividades circenses

Modalidades esportivas que unem a atividade física à dança e ao aspecto lúdico.

Danças

Contemporâneas, clássicas, com par, sozinho ou em grupo.

O que importa é se movimentar! Estamos muito sedentárias, nossos trabalhos drenam nossa energia, nos estressamos, vivemos atrasadas, correndo atrás de prazos, sob pressão o tempo inteiro, e passamos boa parte do dia sentadas. Então, que tal achar uma atividade física apaixonante, que você queira praticar sempre, que te deixe feliz e te preencha?

O aspecto físico (emagrecimento, definição, etc) será apenas uma consequência. Em vez de procurar o melhor exercício para emagrecer (por exemplo), procure o melhor exercício para você! Aquele com o qual você se identifica mais – para que você não pare no primeiro mês.

VEJA TAMBÉM

Revista Donna