Polícia
Jéssica tem duas filhas e pede leite e fraldas para a bebê. Foto: TP News

Após sepultar o companheiro assassinado na madrugada da última segunda-feira, 20, uma mulher vive o drama de não poder voltar para casa, em Três Passos. O fato aconteceu, por volta das 2h, na rua Leonel de Moura Brizola, Loteamento Dona Vanda, no bairro Glória, e está sendo investigado pela Polícia Civil, que apura a autoria e circunstâncias do crime.

Jéssica Matias, de 24 anos, era companheira do argentino Roberto Luciano Carvalho, de 25, morto por um disparo de revólver e golpes de facão nas proximidades de sua residência após se desentender com dois vizinhos por causa de som alto. Um dos suspeitos, também ferido no confronto, permanece internado no Hospital de Caridade e o outro já se apresentou à polícia, foi ouvido e liberado.

Som alto na casa da vítima teria motivado a briga. Foto: Internauta/TP News

Conforme boletim registrado na Delegacia de Polícia nesta quarta-feira, 22, a companheira do falecido estaria recebendo ameaças de um dos suspeitos, através de seus amigos, para que não retornasse para casa, que fica na mesma rua, senão “seria terminado o serviço”. A viúva permanece na casa de sua mãe, no mesmo bairro, e teme pela sua vida.

Mãe de uma menina de 5 anos e de outra de 1 ano e 6 meses, Jéssica relatou que está passando por dificuldades para alimentar as duas filhas. O companheiro trabalhava no calçamento de ruas e ela, agora sozinha, não tem condições de comprar leite e fraldas para a bebê. Para quem se dispuser em ajudar o número dela é 51 9 96024743.

VEJA TAMBÉM