Polícia
Foto: Divulgação

O final da linha de dois elementos que praticaram o roubo na BR 392, nesta terça-feira (25), foi uma localidade no interior de São Pedro do Butiá, próximo à Linha Taipão, onde moradores do local viveram momentos de aflição, vivenciando a abordagem policial e troca de tiros.

Relato de uma testemunha, que estava próximo ao local da abordagem, na Linha Taipão, contou para o RD os momentos de aflição e medo que viveu com a família.Ela disse que, por volta das 15:30 ouvido um barulho forte, o qual imaginou ser de fogos de artifício. Logo em seguida escutou uma freada de pneus, uma batida e vários disparos de arma de fogo.

Foto: Divulgação

Era a Brigada Militar que havia interceptado dois dos bandidos que haviam praticado o roubo.Várias pessoas corriam para se esconder nas casas locais. Esta testemunha diz que passou por ela um dos bandidos, o menor de idade, seguido por um policial sob troca de tiros.

Este foi pego em seguida ao ingressar em um mato e o outro, maior, que havia se escondido em uma casa abandonada, foi morto pelos policiais. Ele tinha entrado em um armário para se esconder, onde foi morto, também com troca de tiro com os policiais.

Uma mochila, com dinheiro, produto do roubo, que estava com o menor de idade foi apreendida pelos policiais.Para conseguir que a dupla não lograsse êxito na fuga, os policiais atiraram contra os pneus do veículo em que estavam.

Roque em Destaque