Variedades

O menino perdeu seu Peca

naquela esquina,

onde Mariana disse adeus a Raul.

O Cãozinho padeceu

na mesma rua

onde Tadeu,

viu Ana Bela beijar Fernando.

O Cusco que se foi

atravessou errado caminho,

onde o magricela do Luizinho,

bateu em Miguel

se não me engano:

pela Daniela  do 5º andar.

Agora vai falar

isso pro moleque,

privado do Gaipeca amigo!

Vai explicar

 que de coração partido,

 (de dor de amor)

 também se morre.

Trair e ser traído

trocar e ser trocado,

deixar de ser amado

passa certa idade,

recupera-se a sanidade!

Mas o perro esmigalhado

seu Doutor me desculpa,

 “coração lentilhado”

 do piá em mil pedaços.

O Totó se foi pra sempre

bem ali na nossa frente.

Perdoar o motorista?

(infeliz ideia essa sua)

quando muito “se esquecer”

lá se vai com certeza…

umas três- quatro encarnação!

Régis Mubarak – Jornalista.

Mendoza Argentina & Rio Grande do Sul Brasil.