Internacional
Aduana de El Soberbio. Foto: Reprodução

Após uma reunião com o comitê de especialistas, o presidente da Argentina, Alberto Fernández, anunciou neste domingo, 15, a suspensão das aulas nos níveis primário e secundário até 31 de março. Ele também informou que as fronteiras do país serão fechadas por 15 dias para impedir a propagação do coronavírus. As informações são do site Página 12.

“Através das fronteiras terrestres chegam turistas que vêm de áreas de risco”, explicou o presidente em uma entrevista coletiva da Residência Olivos, e esclareceu que “os nativos ou residentes argentinos na Argentina” estão isentos dessa restrição.