Estado
Foto: Reprodução

O Governo do Estado do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, anunciou que irá decretar situação de calamidade pública por conta do Coronavírus. A medida foi anunciada pelo Twitter na noite desta quarta-feira, e tem como objetivo conter o avanço da pandemia global que já matou mais de 8 mil pessoas em todo o mundo.

Conforme informações do governador, o decreto ainda está sendo editado pelos técnicos e deve ser apresentado para os gaúchos nesta quinta-feira. O objetivo, segundo Leite, é intensificar as ações que ajudem a minimizar os efeitos da pandemia no Rio Grande do Sul.

Encerramos há pouco uma reunião de governo na qual decidimos pela decretação de estado de calamidade pública no Rio Grande do Sul por conta do #coronavírus. É uma medida drástica, mas necessária no momento delicado que vivemos.

O governador alertou, ainda, que trata-se de uma medida drástica, porém necessária para o momento vivido no país e no mundo. Ainda nesta quarta-feira, o governador já havia anunciado outras medidas, como o socorro econômico a pessoas físicas e jurídicas.

Hospitais

Ainda pelas redes sociais, o governador anunciou o aporte de R$ 7 milhões para a realização de ajustes no prédio do Hospital Regional de Santa Maria. O convênio entre o Estado e a Fundação Universitária de Cardiologia permitirá que o hospital possa ser equipado até o final deste semestre, demanda antiga da região.

Anunciou, ainda, mais cinco leitos de UTI para o Hospital Universitário, hoje com cinco leitos. Somados à abertura do Hospital Regional, esses 10 leitos serão fundamentais para o atendimento aos pacientes diagnosticados com Covid-19.

Correio do Povo