Sexo
Foto: Reprodução

Atenção mulheres: o pornô é de vocês! Afinal, há muito a pornografia não pode ser mais considerada só “coisa de homem”. Além de mulheres também consumirem material adulto, elas já estão saindo na frente em alguns quesitos.

De acordo com dados levantados pelo Pornhub – um dos maiores sites de vídeos eróticos do mundo – 80% dos acessos a materiais pornográficos vindos de dispositivos móveis vêm de mulheres. No Brasil, segundo um levantamento da Sexy Hot, 24% dos assinantes do canal são mulheres.

Além disso, o descontentamento com certos aspectos de grande parte dos filmes pornô fez com que as empresas começassem a criar conteúdos mais agradáveis para o público feminino. “Temos [pornôs] para todos os gostos, mas estamos investindo em filmes com um conteúdo menos agressivo e mais voltado para a visão feminina do sexo”, explica o diretor do Grupo Playboy do Brasil, Mauricio Paletta.

Apesar de estarem cada vez mais interessadas em pornografia, porém, expor esse gosto e falar sobre o que preferem assistir ainda é raridade entre elas. Em grande parte das vezes, esse tipo de hábito começa e termina entre quatro paredes. “Ainda há esse tabu entre mulher e pornografia, mas estamos trabalhando para mudar isso e mostrar que não há problema em gostar.”

Dentre as categorias mais procuradas, “lésbicas”, “trios” e “squirt” (ejaculação feminina) lideram a lista. Elas também se interessam em ver sexo entre homens gays.

Mas, ainda que vários setores dessa indústria concordem que o consumo do produto entre as mulheres aumentou, alguns produtores de pornografia com perspectiva feminina, como a Erika Lust Film, investem ainda mais em conteúdo adulto sob a perspectiva feminina.

“Com certeza há um crescimento entre as mulheres, porque elas assistem à pornografia, e toda a população mundial consome mais”, disse à BBC Mundo Pablo Dobner, diretor executivo e cofundador da empresa.

“Há uma demanda, mas a maioria das mulheres querem algo muito mais sincero, limpo e sexualmente inteligente em relação ao que é possível encontrar na maioria dos outros portais”, afirmou.

Metrópoles