Região
Foto: Ilustração

Uma criança com apenas 9 anos de idade sofreu queimaduras no rosto, quando na noite de 24 de dezembro, véspera de natal foi atingida pela explosão de um rojão.

A ocorrência foi registrada no Bairro São João, zona oeste da cidade de Santo Ângelo. A criança acabou tendo o rosto queimado sendo necessário atendimento de urgência no Hospital Santo Ângelo.

O nome da criança e filiação não liberados para divulgação.

A Lei veda o uso de bombas, morteiros, busca-pés e demais fogos ruidosos na área urbana do município, sendo permitidos os fogos de vista com ausência de estampido. Também fica proibido soltar balões de ar quente e fazer fogueiras em logradouros públicos sem prévia autorização do Poder Público.

O documento sancionado pelo prefeito prevê inclusão de pena na Lei de Crimes Ambientais para quem fizer uso de fogos de artifício de estampido, devido a poluição sonora.

O proponente da matéria explica que, no caso dos fogos ruidosos e das fogueiras, a proibição poderá ser suspensa em caso de festividades públicas ou religiosas de caráter tradicional, mediante licença do Governo Municipal. Nessas situações, o município poderá estabelecer exigências que julgar necessárias para a segurança dos participantes.

RADIOCIDADESA