Educação
Foto: Lauro Alves / Agencia RBS

O governo do Estado publicará ainda nesta terça-feira (27) decreto que muda a cor da bandeira do distanciamento controlado. Mais cedo, o governador Eduardo Leite confirmou o que já havia sido adiantado a GZH de que o Estado sairia da bandeira preta e iria para a vermelha. O motivo principal é a busca da volta às aulas presenciais.

A retomada a partir desta quarta-feira (28), porém, será ainda maior do que o Palácio Piratini até então estava tentando. Em vez de liberar aulas presenciais para a Educação Infantil e o primeiro e segundo anos do Ensino Fundamental, como era o objetivo anterior, GZH apurou que a decisão é adotar o que diz o protocolo de bandeira vermelha para a educação, com pequenas mudanças: liberação híbrida para todos os níveis de ensino. 

Não haverá obrigatoriedade de comparecimento às escolas pelos alunos, mas os que assim desejarem, poderão. Deverá ser respeitada uma série de protocolos sanitários, como número máximo de pessoas por sala de aula, higienização de ambiente e distanciamento entre classes. Os detalhes vão constar no decreto a ser publicado ainda nesta terça-feira.

GZH