Fenômeno
Foto: Divulgação

A Defesa Civil de Santa Catarina confirmou na tarde deste sábado (29) que o fenômeno que causou destelhamentos e quedas de árvores na região de Campos Novos, no Meio-Oeste, foi um tornado.

Mais cedo, a possibilidade já havia sido considerada por especialistas consultados pela reportagem do ND+.

De acordo com a nota divulgada pelo órgão, as rajadas de vento na região atingiram 123 km/h, causando diversos estragos.

Para chegar a conclusão sobre o fenômeno, meteorologistas da Defesa Civil analisaram informações de radares, satélites, estações em superfície, imagens de danos e imagens aéreas realizadas no local durante este sábado (29).

Equipes dos bombeiros e da Defesa Civil municipal também atenderam ocorrências de quedas de árvores e de postes. Setores da prefeitura apoiam na desobstrução de vias públicas neste sábado.

Ernesto Zortea, Cohab Boa Vista e Distrito Industrial foram os bairros mais afetados pelas ocorrências, de acordo com os bombeiros.

Conforme a guarnição, há relatos de pessoas feridas, que buscaram ajuda por conta própria. A corporação, no entanto, não efetuou nenhum atendimento de vítima.

Vejas imagens:

Falta de energia elétrica

Durante a madrugada ventos fortes atingiram a região de Videira e Campos Novos. Quatro torres de transmissão de energia elétrica de 230kV da empresa Evoltz acabaram sendo derrubadas e deixaram a Subestação de Videira de 230 KV, supridora das Subestações da Celesc de Videira, Caçador, Caçador Castelhano e Fraiburgo, sem energia.

De acordo com a plataforma da Celesc que monitora a situação em tempo real do fornecimento de energia elétrica em Santa Catarina, até às 16h30 deste sábado (29), mais de 67 mil unidades consumidoras estavam sem energia elétrica na região de Videira.

Segundo a assessoria da concessionária, nas próximas horas, um novo boletim sobre a situação na região deve ser divulgado.

ND Mais