Educação

Beco sem saída

na vida,

quem de nós não se perdeu?

A rua da amargura

se distante,

num instante

fica perto

d’outro lado dessa rua.

A dignidade te escapa,

a tristeza te mata

a amargura que é tua

verte

escorre

também se morre,

da falta de amor.

Infame crispada dor

que corrói,

afeto sobejo

desejo,

de eternidade.

Insanidade?

lua nua/sarjeta

de braços abertos.

Todo perro dejado

(desamado)

aprende rápido,

que o fim

(temporário) do mundo,

só destrói

quem fica sozinho

lambendo as feridas a céu aberto.

Régis Mubarak – Jornalista.

Mendoza Argentina & Rio Grande do Sul Brasil.