Polícia
Foto: Ilustração

Em menos de dois meses, entre o início de janeiro e a primeira quinzena de fevereiro deste ano, seis ônibus que saíram de Santa Catarina com destino a São Paulo foram atacados por assaltantes em rodovias do Paraná, segundo a Associação das Empresas de Transporte, Turismo e Fretamento de SC (Aettusc). Do RS, foram dois, sendo um de Tenente Portela e outro de Uruguaiana.

Em 2020 foram nove assaltos a ônibus nas rodovias federais do PR, segundo a PRF. Os números contabilizam casos entre 1º de janeiro e 12 de fevereiro, e levam em consideração o roubo contra o coletivo de linha que foi rendido enquanto retornava de SP para SC na mesma madrugada, em que três suspeitos morreram na rodovia, durante tentativa de roubo.

Em 2019, o número de crimes que vitimou catarinenses que passaram pelo Paraná em ônibus de viagem representa 42% do total de assaltos ocorridos nas rodovias federais em território paranaense. Das 38 ocorrências, pelo menos 16 foram contra coletivos que faziam a rota de Santa Catarina para São Paulo ou Rio de Janeiro, contabilizou a Aettusc.

Por meio de nota, a Polícia Rodoviária Federal do PR informou que os roubos “se dão em razão da precária rede de telefonia, aclive que proporciona uma desaceleração do veículo e a presença de olheiros, que monitoram as viaturas e posicionamentos, dificultando a abordagem durante a ação criminosa. Os alvos são ônibus que transportam passageiros que têm destino centros de compras, como São Paulo e Paraguai. A razão recai na grande soma de dinheiro vivo que é transportado”.

A PRF ainda disse que operações conjuntas com outros órgãos de segurança são executadas desde 2014 para minimizar a violência nas rodovias e que, desde então, já prendeu 64 pessoas por esse tipo de crime.

VEJA TAMBÉM

Com informações de NSC Total