Estado
Foto: Ana Cláudia Capellari/Diário

O governo do estado do Rio Grande Sul anunciou nesta segunda-feira (4), durante coletiva de imprensa na Secretaria da Fazenda, em Porto Alegre, mudanças para o pagamento o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) de 2020.  O governo retira a possibilidade de parcelar o IPVA e de descontos por antecipação, que chegavam a até 3%. Os descontos de ‘bom motorista’ (15%) e de ‘bom cidadão’ (5%) permanecem para aqueles que cumprirem todos os requisitos.

Além disso, o governo antecipou o calendário do IPVA: de abril para janeiro.  No primeiro mês ao ano, os vencimentos serão de 06 de janeiro de 2020 a 30 de janeiro do mesmo ano.

Com o fim dos descontos, o governo acredita ter impacto de  R$ 29,7 milhões na arrecadação em relação ao exercício anterior, quando apenas 5% dos motoristas optaram pelo parcelamento.

De acordo com dados do Estado de 2019, o RS possui em torno de 6,7 milhões de veículos e destes, 3,7 milhões são tributáveis, o que representa 55% da frota e 3 milhões isentos, que chega a 45%.

Diário da Manhã