Educação
Foto: Reprodução

Redução das internações e da ocupação de leitos de UTI por covid-19 motiva discussão sobre levantar a trava que impõe restrições mais severas no Rio Grande do Sul, segundo Rosane Oliveira, colunista de Zero Hora.

Conforme a colunista, ao comparar a situação da pandemia no Rio Grande do Sul à de um paciente internado com covid-19, se poderia dizer que o quadro ainda inspira cuidados, mas a evolução é satisfatória e os sinais vitais estão preservados. O avanço dos indicadores abre caminho para que, depois de oito semanas, o Estado saia da bandeira preta na segunda-feira (26).

“O gabinete de crise estuda a adoção de uma espécie de modelo de transição entre o mapa de hoje, 100% coberto de preto, e um com diferentes cores para cada região, a depender dos números da sexta-feira (23)”, escreveu Rosane.