Polícia
Foto: PC/Divulgação

A Polícia Civil, nesta quarta-feira (20), deflagrou a Operação Alpes, na qual cumpriu dois mandados de busca e apreensão na cidade de Alpestre, no norte do estado. A ação buscou colher elementos de prova da prática de eventual crime de lavagem de dinheiro perpetrado pelo ex-vice-prefeito daquele município.

A investigação teve início por meio de requisição do Ministério Público, em razão da compra pelo do investigado de um veículo de luxo. O bem, avaliado em cerca de R$ 234 mil, teria sido ocultado em nome de terceiro. A suspeita é de que o bem foi adquirido com os valores obtidos de forma ilícita pelo investigado, decorrentes de crimes licitatórios, corrupção passiva, concussão e de participação em organização criminosa, crime perpetrados entre os anos de 2013 a 2017, pelos quais já foi denunciado pelo Ministério Público.

O automóvel teria sido comprado em nome de familiar do suspeito justamente para ocultar sua real propriedade tendo e, após certo período, retornado formalmente o veículo ao seu patrimônio. Ainda, não se descarta que outros atos de lavagem de capitais tenham sido praticados, o que ainda é objeto de investigação.

A ação desencadeada hoje, visa a apreensão de material probatório destinado a robustecer as provas já existentes no inquérito policial.

Mais informações com a Divisão Estadual de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro, do Departamento Estadual de Investigações Criminais, junto ao Delegado de Polícia Marcus Viafore.

Polícia Ciivl RS