Geral
Foto: Arquivo/TP News

Representantes do Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre (DNIT), que participaram da reunião, declararam que não serão medidos esforços para viabilizar essa federalização e posteriormente viabilizar a construção da ponte.

A federalização da RSC-163 e, consequentemente, a construção da ponte sobre o Rio Uruguai unindo o Rio Grande do Sul e Santa Catarina, na divisa entre Barra do Guarita e Itapiranga, mais uma vez foi tema de reunião entre lideranças regionais e o governo federal.

Desta vez, os representantes do Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre (DNIT), Euclides Bandeira, diretor-executivo substituto do órgão, Luiz Guilherme, diretor de Planejamento e Pesquisa, e Adriano Sousa, assessor técnico, que participaram da reunião, declararam que não serão medidos esforços para viabilizar essa federalização e posteriormente viabilizar a construção da ponte.

Participaram do encontro o presidente da Famurs, Maneco Hassen, presidente da Amuceleiro, Carlos Alberto Vigne, presidente da Ameosc, Plinio de Castro, prefeito de Barra do Guarita, Rodrigo Tissott, senador Luiz Carlos Heinze e o assessor Renato Gemelli Bonadiman.

RS Norte