Polícia
Foto: Reprodução

O filho que matou, degolou e guardou a cabeça da própria mãe em um estojo de violão na última quarta-feira (24), confessou o crime e disse que estava sob influência sobrenatural e satânica.

Segundo informações da Polícia, em seu depoimento ele confessou o crime e alegou estar influenciado por forças estranhas. Ainda segundo a apuração dos agentes, ele era usuário de drogas e fazia acompanhamento psiquiátrico.

O crime chocou a comunidade de Santo Antônio do Palma, no norte do estado. Ele matou e degolou a mãe com uma faca, após isso, deixou o corpo em um cômodo da casa e a cabeça colocou em um estojo de violão, após trocou de roupa e limpou a faca.

Ele foi preso em flagrante por feminicídio, com emprego de meio cruel e recurso que impossibilitou a defesa da vítima. O acusado não apresentou advogado.

Receba as notícias do Três Passos News no seu celular:

https://chat.whatsapp.com/I0eYhWj4T4B2SDRwvjXv3o

Gravataí 24 Horas