Segurança
Foto: Detran RS

Sábado é feriado nacional de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil. Mas também é o Dia das Crianças e muitos pais, avós, padrinhos ou tios estarão circulando pelas rodovias e vias municipais do Estado transportando os pequenos. Com o objetivo de preservar vidas, Polícia Rodoviária Federal (PRF), Brigada Militar (BM), Comando Rodoviário da BM (CRBM), DetranRS e Polícia Civil estarão mobilizados na Viagem Segura de Aparecida.

A 108ª edição da Viagem Segura se estende por três dias, desde a zero hora desta sexta-feira (11) até a meia-noite de domingo (13), com intensiva na fiscalização e realização de ações educativas pelas instituições parceiras que colaboram na Viagem Segura: órgãos de trânsito municipais (EPTC na capital), ANTT, DNIT, Cetran/RS, Daer, Empresa Gaúcha de Rodovias e Famurs.

Acidentalidade

A análise dos acidentes fatais decorrentes dos feriados de Nossa Senhora Aparecida (2007-2018) aponta que a média de mortes foi de 6,5 por dia, o que corresponde a dizer que a cada 3 horas e 41 minutos, aproximadamente, uma pessoa perde a vida no trânsito. No ano passado, em quatro dias ocorreram 15 acidentes fatais, que resultaram em 21 mortes, contabilizado o acompanhamento das vítimas até 30 dias após a ocorrência.

A análise da data nos últimos 12 anos aponta um pico de acidentalidade fatal em 2010, quando morreram 40 pessoas em cinco dias. A menor média histórica foi em 2011 (quatro mortes/dia), e a maior em 2016 (média de 12 mortes/dia). De 2007 a 2018, 254 vidas foram perdidas nos feriados de Nossa Senhora Aparecida.

Detran RS