Polícia
Alberi da Silva não resistiu aos graves ferimentos. Foto: Arquivo Pessoal

Familiares de Alberi Martins da Silva pedem justiça para o crime brutal contra o três-passense, de 38 anos, que ocorreu na noite do último domingo, 25, em um balneário de Tiradentes do Sul. Imagens fortes da vítima brutalmente ferida, que circulam no WhatsApp, chocaram e causaram comoção em moradores de Três Passos.

A vítima, que era funcionário público municipal, foi a óbito na manhã desta terça-feira, 27, no Hospital de Caridade de Três Passos onde encontrava-se internado na UTI em estado muito grave, com traumatismo craniano devido aos ferimentos na cabeça e no rosto. “Foi a maior maldade do mundo, não reconhecemos ele”, disse um familiar ao Três Passos News.

O corpo de Alberi passou por necropsia no IML de Três Passos e foi liberado à família para o velório na Capela Mortuária do Distrito de Padre Gonzales. Atos fúnebres estão marcados para a manhã desta quarta-feira, 28, às 8h30, seguido de sepultamento no cemitério municipal de Três Passos.

Conforme informações, Alberi se envolveu em uma briga com cerca de 10 pessoas. Um filho da vítima, de 18 anos, também foi agredido, mas conseguiu escapar dos agressores. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de Três Passos.

VEJA TAMBÉM