Segurança
Foto: Reprodução

O Dia das Mães está chegando e sempre circula pelo WhatsApp o golpe recorrente que envolve a marca “O Boticário“. Trata-se de falso prêmio que oferece um kit de produtos da empresa às mães e faz várias vítimas todos os anos.

Para conseguir o prêmio, é necessário clicar em um link malicioso. Desta vez, a mensagem da vez é: “Olha esse pra sua mãe!” acompanhada de um link. Quando clicam, as pessoas automaticamente caem em sites onde bandidos roubam informações pessoais e podem instalar vírus no celular. As informações são do Uol.

O Boticário emitiu comunicados em outras ocasiões informando que não realiza sorteios de kits de Dia das Mães através do aplicativo e que esses links são perigosos.

Por enquanto, o único tipo de interação oficial da empresa por WhatsApp é através do site oficial. O texto em si não é problemático, a questão é o link que o acompanha. No caso deste golpe, o endereço é “follow.ru/boticário”.

Esse link da mensagem que leva o consumidor à suposta promoção pode pedir as informações que geralmente são utilizadas por criminosos como seu nome, CPF e endereço. Existem casos em que a mensagem fala para compartilhar o link com seus contatos, ajudando a espalhar o golpe.

De acordo com o Dfndr Lab, especialista em segurança digital, o nome e CPF das vítimas podem ser validados na hora do golpe. Dessa forma, verifica-se o documento incluído de fato pertence ao nome digitado, o que passa uma falsa sensação de veracidade da promoção.

A suspeita é que, por trás de tudo, esteja um cibercriminoso que consiga acesso a um banco de dados com essas informações.

Outro fator que contribui para dar crédito ao golpe é que 3.634 lojas verdadeiras da empresa O Boticário foram cadastradas para que usuário escolha em qual deseja retirar os produtos.

Como se proteger

Para não cair nesse golpe, especialistas recomendam que haja um programa de segurança no celular ou no tablet, onde o usuário utiliza o WhatsApp. É preciso manter o sistema operacional sempre atualizado.

E valem sempre aquelas recomendações básicas:

  • não acredite em tudo que chega pelo WhatsApp
  • sempre consulte se a promoção existe nos canais oficiais ou em sites de checagem de links, como este da Dfndr, ou este do Google.
  • não clique em URL com finais incomuns ou textos com erro de português
  • desconfie de conteúdos muito chamativos (como notícias apelativas e promoções improváveis).
  • mesmo que a mensagem venha de alguém da família, fique atento(a). Pergunte para a pessoa do que se trata o conteúdo da mensagem
  • avalie criticamente mensagens que peçam que você compartilhe conteúdo com a sua lista de contatos;
  • não responda pedidos de desconhecidos para que você compartilhe dados pessoas como cartão de crédito, conta de banco, aniversário, senhas, etc.

ND Mais