Polícia
Foto: Reprodução/Internet

Um casal de idosos de Nova Prata perdeu cerca de R$118 mil após cair no golpe do falso funcionário de banco, nesta semana. O casal recebeu uma ligação, onde a pessoa se fazia funcionária da agência. Após informou que o cartão de crédito havia sido clonado e era para eles ligarem para a central do banco, em um número informado pelo criminoso.

O golpista que fica na suposta central do banco orientou ao casal que fosse a uma agência do banco, fora do horário de atendimento, e entregasse as informações bancárias a uma funcionária. A integrante da quadrilha aguardou a idosa nos caixas eletrônicos para a coleta do cartão. A idosa alegou em depoimento na Polícia Civil, que o casal tem três filhos, porém preferiu fazer tudo sozinha para não incomodá-los.

Durante os três dias seguintes, a quadrilha fez diversas transferências, de valores pequenos totalizando os R$118 mil, o qual estava na poupança do casal. As vítimas perceberam o golpe na última terça-feira (15), buscando a Polícia Civil de Nova Prata.

A delegada Liliane Pasternak Kramm, responsável pelo caso comentou que é possível rastrear os valores, já foi solicitado ao banco o acesso a essas contas que receberam o dinheiro. Porém, devido a serem diversas transferências, em contas de pessoas físicas e jurídicas é praticamente impossível recuperar o valor perdido. O caso está sendo investigado.

Portal Leouve