Economia
Divulgação/Dataprev

O governo anunciou nesta quinta-feira (13) a antecipação do calendário de pagamentos e saques da segunda parcela do auxílio emergencial 2021. Os depósitos feitos pela Caixa Econômica Federal (CEF) vão começar no domingo (16) para os nascidos em janeiro e vão até o dia 30 de maio para os nascidos em dezembro – antes os pagamentos seriam feitos até 16 de junho. (veja novo calendário abaixo)

Junto com o novo calendário de pagamentos, houve também a antecipação do calendário de saques e transferências em dinheiro. Agora as pessoas vão poder sacar de 31 de maio a 17 de junho (antes era de 8 de junho a 8 e julho), de acordo com seu mês de nascimento.

Para os beneficiários do Programa Bolsa Família (PBF) nada muda. Eles vão receber a segunda parcela do auxílio emergencial 2021 de 18 a 31 de maio – seguindo o calendário regular do programa pelo número final do NIS, sempre nos dez últimos dias úteis do mês.

O auxílio emergencial 2021 será pago para cerca de 40 milhões de famílias em quatro parcelas de R$ 150 (famílias de uma só pessoa), R$ 250 (famílias de 2 pessoas ou mais) ou R$ 375 (mães chefes de família monoparental). As regras que definiram quem terá direito ao benefício este ano foram divulgadas em 18 de março.

Novo calendário da segunda parcela do auxílio emergencial 2021

Valor Investe