Estado
Foto: Itamar Aguiar/Pálacio Piratini

Sem ter conseguido aprovar a reforma tributária, o Governo do Estado corre contra o tempo para tentar prorrogar o aumento do ICMS. O governador Eduardo Leite (PSDB) deve convocar uma sessão extraordinária da Assembleia Legislativa para tentar aprovar a prorrogação – que, segundo o Piratini, é única medida capaz de evitar um colapso financeiro do Estado em 2021, que perderia cerca de 2,8 bilhões de reais. 

A manutenção do aumento do ICMS garantiria as prefeituras um alento diante das perdas econômicas causadas pela pandemia. Em Porto Alegre, por exemplo, o impacto da redução do imposto no orçamento do próximo ano seria de 66 milhões de reais. A votação, se acontecer, deverá ser entre o Natal e o Ano Novo.