Esportes
Foto: Mauro Pimentel / AFP

O Grêmio viveu uma noite para se esquecer no Maracanã. Após equilibrar as ações em parte do primeiro tempo e ver o time iniciar melhor que na Arena, viu tudo ruir com um gol no fim da etapa inicial. E, no segundo tempo, o jogo virou pesadelo. Na noite desta quarta-feira, o Flamengo atropelou o Tricolor por 5 a 0, e se garantiu na decisão da competição continental.

O primeiro gol foi marcado por Bruno Henrique, aos 41 minutos. Na segunda etapa, Gabigol contou com desvio em Pablo Marí para marcar o segundo e, de pênalti fazer o 3 a 0. Depois, Marí e Rodrigo Caio, ambos de cabeça, fecharam o placar em 5 a 0.

O resultado coloca o Flamengo na sua segunda decisão de Libertadores na História, 38 anos depois. Na final de 1981, o rubro-negro bateu o Cobreloa, do Chile. A final acontece em Santiago, no Chile, no dia 23 de novembro.

Na decisão, o adversário será o River Plate de Marcelo Gallardo. O time argentino garantiu vaga na decisão após mesmo após a derrota para o Boca na Bombonera, na noite de terça-feira, por 1 a 0, já que na partida de ida, no Monumental, o River venceu por 2 a 0. Os “Millionarios” irão em busca de seu quinto título da competição.

Após a eliminação na Libertadores, o Grêmio volta a campo no domingo, às 16h, na Arena, contra o Botafogo. O jogo é válido pela 28ª rodada da competição.

Correio do Povo