Polícia
Foto: Reprodução

Na noite da quinta-feira, 19, um homem de 40 anos, identificado como João Alverto Silveira Freitas, morreu após ser agredido por seguranças do hipermercado, que fica no bairro Passo D’Areia, zona Norte de Porto Alegre. Um dos agressores também é polícial militar temporário. Conforme relatos colhidos pela BM, a vítima discutiu com uma operadora de caixa do mercado. Ao se retirar do local, foi perseguida pelos seguranças, quando começaram as agressões.

Vídeos gravados por transeuntes e postados em redes sociais mostram o homem sendo espancado com vários socos no rosto, ao deixar a porta do hipermercado. Ele chega a tentar revidar e grita para que deixem ele ir, mas acaba sendo derrubado no chão. Em outra gravação, pessoas questionam uma funcionária do mercado que está tentando impedir o vídeo. Ela justifica que os seguranças estariam apenas tentando imobilizar a vítima.

O registro policial indica que: “na tentativa de segurar o indivíduo, foi utilizada força demasiada acarretando na morte do homem”. Os dois suspeitos foram presos em flagrante. Conforme a BM, um deles seria policial militar temporário.

O Diário