Inusitado
Foto: Ilustração

Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia de Cunha Porã/SC, concluiu a investigação que apurava o crime de invasão de domicílio cometido por um homem que invadiu uma residência, pegou roupas íntimas femininas no varal e se masturbou, sendo flagrado por câmeras de monitoramento.

Entenda o caso

No último dia 13, a PM atendeu uma ocorrência de suposto crime de furto, tendo a vítima relatado que em outras ocasiões haviam subtraído roupas íntimas de sua residência e que no dia dos fatos, imagens de câmeras de monitoramento flagraram um homem pegando uma calcinha do varal da residência, abaixando as calças e se masturbando ao cheirar a roupa íntima.

A Polícia Civil instaurou procedimento investigatório para apurar os fatos, não tendo sido constatado indícios de crime de furto ou outro crime sexual, apenas o crime de invasão de domicílio cometido por um homem de 59 anos.

A investigação apurou que o homem foi até o local com a justificativa de “buscar latinhas para reciclagem” e aproveitando que não havia ninguém no imóvel pegou uma calcinha do varal, abaixou as roupas e se masturbou cheirando a roupa íntima.

As imagens de câmeras de monitoramento flagraram a ação do investigado que responderá pelo crime de invasão de domicílio, sendo que ao ser interrogado sobre os fatos negou o cometimento do do crime, não sabendo justificar o seu comportamento após ser confrontado com as imagens.

O procedimento, contendo as provas do caso, foi encaminhado ao Poder Judiciário para análise.

Oeste Mais