Polícia
Foto: Reprodução

Um homem foi enterrado vivo após ter o pescoço cortado por três colegas de trabalho, em Iguatemi, interior de Mato Grosso do Sul. Mesmo ferido, cinco horas após o crime, a vítima conseguiu sair da cova rasa e pedir socorro.

Meraldo Veríssimo Pereira, de 31 anos, prestou depoimento enquanto ainda estava internado no Hospital São Judas. Para os investigadores, ele contou como tudo aconteceu.

Segundo a vítima, a tentativa de assassinato aconteceu após uma discussão entre o grupo. Eles estavam em um bar e os três acusados partiram para cima de Meraldo. Ele relembra que foi jogado no chão, levou chutes e teve o pescoço cortado. Os homens chegaram a comentar que ele já estava morto antes de carrega-lo até o local onde cavaram uma cova rasa e o enterraram. O trabalhador só recuperou a consciência 5 horas depois. Sozinho, ele conseguiu se desenterrar e retornou ao sítio onde trabalhava e encontrou os envolvidos capinando o mato. Ele relatou o acontecimento para o proprietário do local, que o encaminhado ao hospital. 

O homem permaneceu três dias internado e, segundo os médicos, sobreviveu somente porque o corte não atingiu nenhuma artéria. 

O caso aconteceu na noite da última 5ªfeira (2.dez). A Polícia Civil está à procura dos suspeitos. 

Receba as notícias do Três Passos News no seu celular:

https://chat.whatsapp.com/Ko4h3dPyJnpD8UOiAoke57

SBT News