Polícia
Foto: Ilustração

A Brigada Militar encerrou com um caso de abuso sexual que durou cerca de quatro anos na Zona Norte de Caxias do Sul. O desfecho do histórico de sofrimento de uma menina da 12, anos ocorreu quando os policiais foram acionados, na tarde desta quinta-feira (24), para atender um suposto caso de tentativa de suicídio, na Rua Joselino Ferreira Borges, no bairro Centenário.

Ao chegar no local, os policiais encontraram um indivíduo de 31 anos, que estava tentando se matar, ele explicou que a ação era em razão da família da enteada ter descoberto que ele a estuprava frequentemente.

A denuncia de estupro foi feita pela própria criança na escola em que estuda, após ela ser abusada pela última vez ainda na manhã desta quarta-feira (23), o Conselho Tutelar foi acionado.

Em conversa com a reportagem do Portal Leouve, um parente próximo da menina contou que a família descobriu que a situação acontece desde que ela tinha oito anos, e que ela não estava mais suportando os abusos e as ameaças constantes do padrasto.

A vítima foi encaminhada para fazer exames do Departamento Médico Legal (DML) e, logo depois incluída no Programa de Atendimento às Vítimas de Violência Sexual (PRAVIVIS).

Após desistir de se matar, o estuprador se entregou e foi encaminhado para a delegacia onde deu depoimento e em seguida foi liberado pela delegada plantonista Polícia Civil. A mãe da vítima, que possue outras duas filhas, solicitou medidas protetivas.

Receba as notícias do Três Passos News no seu celular:

https://chat.whatsapp.com/CsFqn96YwnX36UVSJgIDeK

Portal Leouve