Geral
Paciente tinha 42 anos. Foto: HCI

Na manhã desta segunda-feira, dia 27, a equipe do bloco cirúrgico do Hospital de Caridade de Ijuí| (HCI), comandada pelos enfermeiros Humberto Salamoni e Renata Dahmer, realizou a segunda captação de órgãos do ano. O doador foi um paciente da UTI Adulto, de 42 anos, vítima de uma meningite bacteriana. Foram retirados os rins e fígado.

A Central de Transplantes do Estado enviou dois profissionais, o médico cirurgião geral Guillermo Kiss e a enfermeira Micheline Martins, para captar e transportar os órgãos para a capital, de acordo com o protocolo. O transporte teve o apoio do Batalhão Aeroviário da Brigada Militar(BAVBM). “É importante dizer que sempre que somos acionados, existe uma sintonia para que tudo seja feito de acordo como manda o protocolo. Muita agilidade para fazer a captação e imediatamente encaminharmos para os possíveis receptores, conforme lista única”, explica o médico Guillermo.

Para que o processo tenha sucesso é fundamental a articulação da Comissão Intra Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTT-HCI) que tem a função de encontrar possíveis doadores de órgãos , quando tem diagnóstico de morte encefálica. “ Importante que aconteça uma adequada conversa com a família do doador, que de fato autoriza o processo”, explica a gerente de enfermagem do HCI Cledir França Garcia. No Brasil, a doação de órgãos só é realizada após a autorização familiar, por isso é importante expressar esse sentimento com os mais próximos.

HCI