Região
Foto: Jornal Atos e Fatos

Desde março a empresa RGS Engenharia está atuando no trecho da via que liga os municípios de Três Passos e Crissiumal. A ERS-305 é uma importante rodovia regional que há anos tem sido motivo de mobilização de autoridades e das comunidades, que neste momento acompanham o início das obras. A extensão total da rodovia é de aproximadamente 60 km. São 22 quilômetros até Crissiumal e mais 35 quilômetros até Horizontina.

ERS – 305 (TRECHO PADRE GONZALES – CRISSIUMAL) 22,03KM
Há algumas indefinições quanto ao ponto de início e fim deste trecho. Como ambos locais são habitados, algumas alternativas estão sendo estudadas. Uma das possibilidades para o começo da via fica nas imediações do campo do E.C. Paladino, a outra seria fazer com que a ERS-305 possa se juntar à BR-468, no trevo ao final da vila de Padre Gonzales, no KM 108. Como o projeto inicial é bastante antigo, outras opções são consideradas, tanto para o início, quanto para o final do trecho que bem provavelmente será próximo ao Cemitério Municipal de Crissiumal. O traçado, bastante sinuoso, passa pelas localidades de Vista Alegre, Lajeado Grande e Alto Crissiumal, seguindo basicamente o leito da estrada já existente. Por questões de segurança, boa parte das curvas mais acentuadas serão extintas e/ou minimizadas, mesmo assim a sinuosidade da pista vai exigir bastante atenção dos usuários.

As obras fazem parte do Programa Avançar RS e os recursos, no montante de R$ 40.585.608,35, são oriundos do Tesouro do Estado. Segundo a Assessoria de Imprensa do DAER – Departamento Autônomo de Estradas e Rodagem, a previsão de término é para dezembro de 2023.

Em Lajeado Grande, sobre o rio que dá nome à localidade, atualmente existe uma ponte edificada em ferro, com largura restrita a um veículo por vez e cuja estrutura não comporta o trânsito de caminhões bitrem. Autoridades responsáveis estão avaliando e analisando a possibilidade da construção de uma nova ponte, porém, de momento, este detalhe não está definido.

A empresa responsável, em poucos dias de trabalho, concentra suas ações após os primeiros 500 metros iniciais. Distintas equipes atuam na limpeza das margens, removendo árvores e pedras; outras na construção/instalação de bueiros; e uma terceira frente de trabalho, com todo maquinário necessário, já executa o alargamento de alguns trechos da rodovia, realizando escavações, fazendo aterros e minimizando a acentuação de algumas curvas. Em breve, mais máquinas devem chegar para agilizar ainda mais esses serviços. Por enquanto o fluxo de veículos é normal, mas com o avanço das obras haverá a necessidade de bloquear o tráfego por alguns momentos para que os trabalhos de detonação de rochas possam ser executados. Quando isso acontecer, haverá ampla divulgação de datas e horários através dos órgãos de imprensa regional.

A ERS-305 terá pista de rodagem com largura de sete metros e acostamento de dois metros. A área de domínio do DAER é de 15 metros, para ambos os lados, a contar do eixo central da pista.

Antes da pavimentação de outros trechos que dão acesso à Crissiumal, o antigo estradão da 305 era uma das principais alternativas para se chegar à Cidade Sorriso. O trajeto inclusive possibilitava o desenvolvimento das pequenas comunidades e comércios às margens da estrada. O transporte intermunicipal de passageiros também usava a via que passou a ser menos utilizada após o asfaltamento da RS-207, que passa por Humaitá e Vista Nova/Crissiumal, e até mesmo após a conclusão da BR-468 (Três Passos/Tiradentes do Sul). Por Tiradentes, a distância até Crissiumal, em estrada de chão, é de somente 15km, o que fazia com que muitos motoristas utilizassem esse trajeto para evitar o tráfego mais demorado pela ERS-305.

ERS – 305 (CRISSIUMAL – HORIZONTINA) 34,86KM
A outra etapa que contempla a ERS-305 une Crissiumal e Horizontina, cruzando pela localidade de Linha Cascata. O trecho é composto por três frentes de obras distintas. O primeiro, entre Crissiumal e Horizontina, cujo contrato foi assinado no sábado (30/4), tem um segmento de 10 quilômetros que será executado com recurso de emenda parlamentar federal, no valor de R$ 10 milhões, acrescido de R$ 6 milhões de contrapartida estadual. A segunda etapa, após esses 10 quilômetros iniciais até a Linha Cascata, teve ordem de início emitida e já estão sendo realizados serviços de topografia para a execução da terraplenagem. Por fim, o terceiro trecho, depois da Vila Cascata até Horizontina, tem 15 quilômetros e já está pavimentado. Será uma obra de recuperação, com investimento garantido de R$ 1,3 milhão no Plano de Obras, executada ainda neste ano.

Com a conclusão dos dois trechos da ERS-305, encurtam-se as distâncias que ligam as regiões Celeiro e Grande Santa Rosa. Boa parte do transporte de máquinas fabricadas em Horizontina, tendo como destino outros estados, irá passar pela rodovia, trazendo de volta o desenvolvimento econômico e, acima de tudo, a segurança para usuários que sempre tiveram que conviver com buracos, poeira e barro, e há anos reivindicam o asfaltamento desta importante rodovia regional.

Receba as notícias do Três Passos News no seu celular:

https://chat.whatsapp.com/Fab5E1SQAqK0SxNiOmvzZU

MARCO AURÉLIO DEBESAITIS/JORNAL ATOS E FATOS