Geral
Foto: Oeste Mania

Conforme relatos a nossa reportagem do Portal Oeste Mania, as irmãs guaritenses Sofia Gabrielly, 07 anos, e Tainá Isabelly, 05 anos, uma estudante na escola João Leopoldo Vogt e a outra na pré-escola da Novo Horizonte, filhas de Shards Engler Lara e Ana Kerli da Rosa, ao cortarem os cabelos pela primeira vez aconteceu algo que chamou atenção.

Conforme o pai, apesar de ainda pequenas, elas sempre eram vaidosas com os cabelos. Após ver que vó e tia teriam cortado os cabelos mais curtos, como geralmente as crianças observam e querem fazer igual aos mais velhos, principalmente se tratando de familiares, elas também resolveram juntas cortarem os cabelos, pois as duas seguiam as semelhanças . Desta vez não foi diferente.

Aproveitando o momento e observando pacientes do município de Barra do Guarita que já teriam se tratado desta doença e outros que estavam em tratamento, inclusive crianças que passam por esta situação, com tratamentos fortes de quimioterapias que causam a queda dos cabelos, despertou os pais em criar a ideia e influenciar as filhas para doar os cabelos ao hospital do câncer em Ijuí, com o objetivo de ajudar pessoas necessitadas e fortalecer nas filhas o dom de servir ao próximo. Após o incentivo dos pais, Sofia e Tainá aceitaram em conjunto realizar está linda ação, que despertou familiares e amigos próximos por esta atitude brilhante.

Foto: Oeste Mania

Após cortarem os cabelos, com a ajuda dos pais escreveram uma mensagem e prepararam uma embalagem para ser entregue ao hospital em Ijuí:

“_Sabemos que vocês são feitas de força, coragem e determinação, que nem todos os dias são bons, que cada dia é uma vitória. Que este pequeno gesto possa lhe fazer feliz assim como nos faz. Desejamos a vocês muita saúde!

Que bom que eu doei meu cabelo para você. Estou muito feliz! beijo TAINÁ…que o meu cabelo te faça feliz! beijo SOFIA…quando somos bons para os outros, somos ainda melhores para nós!”

Parabenizamos por esta atitude e que possa despertar mais pessoas a serem solidárias ao próximo.

Câncer Infantojuvenil

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), cerca de 12 mil crianças e adolescentes são diagnosticadas com câncer anualmente no Brasil, o que representa uma média de 32 casos por dia e é considerada a primeira causa de morte por doença na população infantojuvenil.

Oeste Mania