Polícia
Ederson necessita de vaga em outro hospital. Foto: Arquivo/Montagem/Três Passos News

Internado em estado grave desde o final da noite do último sábado, 2, na UTI do Hospital de Caridade de Três Passos, Ederson dos Santos da Silva, de 31 anos, morador do bairro Sulserra, corre o risco de perder uma das pernas caso não faça uma cirurgia vascular de urgência.

Conforme o advogado da família, Gelson Tavares da Silva, desde a madrugada de domingo está sendo tentada, por vias administrativas, a transferência do jovem, mas sem lograr êxito. O hospital de Passo Fundo é o único que dispõe de estrutura para realizar a cirurgia.

Naquela noite, Ederson foi atingido por três disparos de arma de fogo efetuados por um policial civil de Miraguaí, após uma confusão, no centro da cidade. O autor já foi ouvido e liberado pelo delegado de plantão. Um inquérito policial foi instaurado para investigar o crime.

Nesta terça-feira, 5, a OAB, Subseção de Três Passos, divulgou uma nota sobre o caso:

NOTA À IMPRENSA

A Comissão de Direitos Humanos da OAB, Subseção de Três Passos, vem a público, através desta nota, repudiar o ato de violência perpetrado contra o jovem Ederson Santos da Silva, de 31 anos de idade, morador do bairro Sul Serra de Três Passos, na noite de sábado, 02 de abril. A violência não é justificável sob nenhum aspecto e sempre deve ser condenada. A OAB, no exercício da sua função institucional de defesa dos Direitos Humanos, lamenta muito o ocorrido e espera que o caso seja apurado com a rapidez que ele exige e que os culpados sejam punidos na forma da Lei. 

Três Passos, 05 de abril de 2022.

Receba as notícias do Três Passos News no seu celular:

https://chat.whatsapp.com/CagWQyL5VU7A9hgigUWaDc

VEJA TAMBÉM