Polícia
Foto: Divulgação

Um homem de 20 anos, de Novo Hamburgo, confessou ter matado e roubado dois motoristas de aplicativos na madrugada de 9 de abril. Ele foi preso nesta semana. O detalhe é que estava em liberdade provisória. De acordo com a investigação, ele mostrou frieza ao relatar os detalhes dos crimes.

O criminoso relatou que pediu a primeira corrida no início da madrugada, de Novo Hamburgo para Bom Princípio. Ela foi aceita pelo morador de Nova Santa Rita Marcos Miguel Menuzzi, 38, que intensificava o trabalho no fim de semana, em um Ford Ka, para aumentar a renda da família. Segundo a investigação, ele disse que o assalto deu errado porque o motorista achou que a arma não fosse de verdade e reagiu. O motorista era casado e tinha dois filhos – um adolescente de 13 e uma menina de 4 anos.

Depois, ele pediu para um amigo chamar corrida em Bom Princípio para retornar a Novo Hamburgo. A vítima da vez foi o motorista de aplicativo de Sapiranga Jeferson Murilo Soares, 33. “Alguns quilômetros adiante, em São Sebastião do Caí, pediu para parar no acostamento da RS-122 porque precisava ir ao banheiro em um posto de combustíveis. Na volta, deu voz de assalto”, conta o delegado.

O criminoso disse que atirou em Soares porque o motorista teria feito movimento de que ia pegar algo no painel. O corpo do sapiranguense foi abandonado à margem da rodovia. Á investigação, o criminoso disse que venderia cada carro por R$ 2 mil, e que o objetivo era juntar dinheiro para pagar dívida de R$ 20mil. Agora, a Polícia Civil também investiga quem seriam os receptadores dos carros roubados.

Receba as notícias do Três Passos News no seu celular:

https://chat.whatsapp.com/CsFqn96YwnX36UVSJgIDeK

Silvio Milani/Jornal NH