Geral
Foto: Arquivo/TP News

Lideranças da região se reuniram na manhã de terça-feira, 18, para discutir sobre o projeto para construção da ponte sobre o rio Uruguai, ligando o município de Itapiranga (SC) à Barra do Guarita (RS).

A reunião foi realizada no auditório da prefeitura de Itapiranga, por volta das 10h, e contou com a presença do presidente da Associação dos Municípios do Extremo-Oeste de Santa Catarina (Ameosc), prefeito de São José do Cedro, Plínio de Castro, o prefeito de Itapiranga, Jorge Welter, de São Miguel do Oeste, Wilson Trevisan, e de São João do Oeste, Fernando Bisigo, e do secretário-executivo da entidade, Airton Fontana. Também participaram da reunião representantes da Associação dos Municípios da Região Celeiro (Amuceleiro).

Inicialmente foram avaliados os encaminhamentos tratados pela comissão após algumas reuniões realizadas em 2019. Também foi debatida a importância da agilização dos processos de federalização dos trechos que ligam Santa Catarina à região noroeste do Rio Grande do Sul. A informação do Governo do Estado de Santa Catarina é de que falta apenas o despacho do governador, Carlos Moisés.

Foto: Arquivo/TP News

Os participantes reforçaram a necessidade da ponte destacando que, atualmente, o alto custo do transporte está encarecendo o valor final dos produtos. O encarecimento se dá devido ao atual modelo de transporte por balsa, que além de mais custo financeiro e perda de tempo, traz menos segurança no transporte.

Ficou estabelecido na reunião um prazo de 60 dias para ambas as Associações organizarem um relatório de informações que justifiquem a importância da construção da Ponte sobre o Rio Uruguai. O objetivo do relatório é destacar o potencial produtivo e social das regiões.

As informações são da Ameosc