Justiça

As unidades da empresa JBS das cidades de Nova Veneza e Forquilhinha terão que voltar às atividades. A decisão é da 4ª Vara do Trabalho de Criciúma e foi informada na noite deste sábado, dia 21.

As duas unidades suspenderam as atividades neste sábado após uma liminar encaminhada pela Justiça do Trabalho, assinada pelo juiz Paulo André Cardoso Botto Jacon, e atendendo uma reivindicação do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Alimentação de Criciúma e Região (SINTIACR). Porém a decisão foi revogada e os funcionários terão que voltar a trabalhar imediatamente.

De acordo com a liminar, a empresa já liberou os colaboradores identificados como grupo de risco, quais sejam, pessoas acima de 60 anos ou com doenças crônicas, gestantes e jovens aprendizes.

Segundo a JBS, a companhia reitera que mantém total foco em garantir a segurança de todos seus colaboradores, adotando rígidos protocolos de acordo com os órgãos de saúde. “A decisão reafirma o firme propósito da companhia de não comprometer a produção e o abastecimento de alimentos de qualidade, atividade essencial ainda mais necessária em todo o país neste momento”.

UMA TRISTE REALIDADE

Engeplus