Política
Foto: Divulgação

Se a eleição fosse hoje, o ex-presidente Lula (PT) venceria a disputa para a Presidência da República no primeiro turno do pleito, revela pesquisa do instituto Sensus divulgada nesta quarta-feira (13) pela revista IstoÉ.

Lula alcançou 43,3% das intenções de voto, com uma ampla vantagem sobre os demais concorrentes. Nos votos válidos, descontados brancos e nulos, ele teria 50,8%, suficiente para uma vitória em primeiro turno. O presidente Jair Bolsonaro (PL) surge na segunda colocação com 28,8%.

Mais atrás estão o ex-governador Ciro Gomes (PDT), com 6,3%, o ex-governador de São Paulo João Doria (PSDB), com 2,6%, e o deputado André Janones (Avante), com 2%. Na sequência aparecem Vera Lúcia (PSTU), com 1,1% e a senadora Simone Tebet (MDB), com 0,8%. Brancos e nulos chegam a 7,8% e 7,1% disseram não saber ou não responderam. O ex-juiz Sergio Moro (União) não foi incluído no questionário em razão de sua desistência.

Segundo o cientista político Ricardo Guedes, presidente do Instituto Sensus, o cenário aponta vitória em primeiro turno. “Com o atual quadro, Lula poderia ser eleito no primeiro turno se a eleição fosse hoje”, declarou à IstoÉ.

O cientista político também disse que a alta rejeição de Bolsonaro, de 53,9%, e a baixa aprovação de seu governo, com apenas 27,7% de bom/ótimo, tornam sua reeleição inviável.

No segundo turno, Lula venceria com 53,1% contra 34,1% de Bolsonaro, uma diferença de quase 20 pontos percentuais.

Foram ouvidos 2.000 eleitores no período de 8 a 11 de abril, de forma presencial. O levantamento está registrado no TSE sob número 01631/2022.

Receba as notícias do Três Passos News no seu celular:

https://chat.whatsapp.com/Fab5E1SQAqK0SxNiOmvzZU

RS Agora