Economia

A evolução da tecnologia e as caraterísticas da economia no Brasil têm motivado o perdil empreendedor. Cada vez mais pessoas buscam, online, alternativas para ganhar alguns rendimentos. O e-commerce parece ser das escolhas preferenciais para esse efeito. Saiba como cresceu esse tipo de negócio em 2019.


Desde o final do século XX e até hoje, as mudanças têm sido intensas. Com o aparecimento e o desenvolvimento de novas tecnologias, todas as lógicas internacionais pareceram alterar-se.


Mais do que tornar o celular uma extensão de nós, a era digital ficaria marcada pela forma como foi modificando a matriz social, cultural e também econômica.


Nesse processo, muito viria a ajudar as mentes mais empreendedoras, motivando o aparecimento de mais e mais espaços de trabalho online.
Perante o desemprego e os salários insuficientes, pessoas como você acabariam por olhar para a Internet como uma forma de trabalhar a partir de casa e de conseguir uma vida mais independente e estável.


Usando a Internet, não só como forma de lazer mas como meio de trabalho, as pessoas acabaram por promover o aparecimento de novas formas de trabalho, de novas formas de vida e de novas formas de consumo.
O aparecimento de sites específicos que apoiam o empreendedorismo viria também a facilitar o processo. Um exemplo disso são os sites que permitem a simples criação de uma loja online e que motivam o dropshipping como forma de trabalho para evitar as lógicas mais complexas de gestão.
Tudo isso promoveu um aumento gradual no número de lojas online que, em 2019, como refere um estudo da Paypal com a BigData Corp, resultou em números sem precedentes no Brasil. Leia mais sobre o papel do dropshipping no processo e conheça os números mais pertinentes do e-commerce brasileiro e internacional.

O ano 2019 e o e-commerce no Brasil


Uma parceria da Paypal com a BigData Corp serviu para que fosse avaliado o perfil do e-commerce no Brasil em 2019.
Nesse estudo se consideraram diversos aspetos sobre as lojas online, incluindo o seu número e a sua presença nas redes sociais.
Segundo os dados lançados, existem 930 mil lojas online a funcional hoje no Brasil, sendo que este número indica um crescimento na ordem dos 37,5%. Dessas lojas, 65% tem, também, uma presença ativa nas redes sociais.
O consumo online no Brasil pareceu aumentar também, sendo que os brasileiros afirmam gostar mais de comprar pelo celular. Essa tendência para comprar no smatphone acompanha as tendências internacionais.

O ano 2019 e o e-commerce internacional


Ao redor do globo, o crescimento do e-commerce também foi visível mas, pelo menos no respeita a seus números, pareceu haver um crescimento menor face aos anos anteriores.


De forma gradual e lenta, esse mercado continua crescendo e gerando muito dinheiro. No ano passado, esse mercado somou 25 030 triliões de dólares, correspondentes a um crescimento de 4,5%.


O nosso país vizinho, Portugal, verificou um crescimento de 10% no número de lojas online e uma tendência cada vez maior para o consumo online (cerca de 46% dos portugueses afirma fazer compras regulares na web).