Justiça
Foto: Daniela Scarioto/Rádio Progresso

Dezenas de pessoas participaram na tarde deste sábado (03), no município de Descanso, de uma manifestação pedindo Justiça no caso Mauricéia Estraich. A jovem morreu carbonizada no último domingo (28), durante um incêndio que atingiu sua residência.

Foto: Daniela Scarioto/Rádio Progresso

Uma carreata, organizada por amigos e familiares, também serviu como homenagem à jovem. Vestindo camisetas personalizadas com a foto de Mauricéia e com cartazes em mãos, os participantes percorreram diversas ruas da cidade, até chegarem na frente do local aonde o incêndio aconteceu.

INVESTIGAÇÃO EM ANDAMENTO

Na última quarta-feira (31), a Polícia Civil, através de uma coletiva de imprensa, confirmou que havia prendido um homem, o qual é considerado como suspeito de ter causado o incêndio que matou Mauricéia.

A prisão, confirmada pela Polícia Civil, ocorreu em desfavor do cunhado de Mauricéia. Os trabalhos de investigação continuam e a Polícia Civil deverá repassar novas informações nos próximos dias.

Foto: Daniela Scarioto/Rádio Progeesao

103 FM / WH Comunicações