Justiça
Foto: Luís Carlos Pez/Três Passos News

Aconteceu no final da tarde desta segunda-feira, 4, em frente às delegacias de Polícia Regional e Civil, em Três Passos, uma manifestação de familiares e amigos do jovem baleado por um policial civil no final da noite de sábado, 2, no centro da cidade.

Imagens: Luís Carlos Pez/Três Passos News

Uma comissão formada pelo advogado e pessoas da família foi recebida pelo delegado de Polícia Civil, Marion Volino, responsável pelo inquérito policial que busca apurar as circunstâncias e veracidade dos fatos.

Imagens: Internauta/Três Passos News

De acordo com a família, o policial civil que feriu Ederson dos Santos, de 31 anos, morador do bairro SulSerra, não agiu em legítima defesa, mas que houve uma tentativa de homicídio, sendo que o advogado já apresentou à polícia os nomes das testemunhas que presenciaram o crime.

Foto: Luís Carlos Pez/Três Passos News

Após os disparos, o agente, que atua em uma outra cidade da região, permaneceu no local até a chegada da Brigada Militar. Após, foi ouvido na Delegacia de Polícia pelo delegado plantonista, alegou legítima defesa, sendo liberado.

Já o jovem, atingido por três projetis, um deles com maior gravidade, foi encaminhado pela Brigada Militar ao Hospital de Caridade onde, desde então, permanece internado na UTI, segundo último boletim médico, em estado grave.

Foto: Luís Carlos Pez/Três Passos News

Receba as notícias do Três Passos News no seu celular:

https://chat.whatsapp.com/CagWQyL5VU7A9hgigUWaDc

VEJA TAMBÉM