Geral
Foto: Reprodução

Mais uma vez alguns celulares mudaram sozinhos o relógio para se ajustar ao fim do horário de verão, que seria neste domingo (16) caso não tivesse sido revogado pelo presidente Jair Bolsonaro em abril do ano passado.

O problema já tinha ocorrido no dia 20 de outubro de 2019, e também no dia 3 de novembro. Segundo o Google, isso acontece porque as modificações impactam diretamente no Banco de Dados Global da IANA (em português, Autoridade para Atribuição de Números de Internet), que é utilizado por smartphones e dispositivos eletrônicos para garantir que a hora esteja sempre correta. “Na prática, isso significa que alguns celulares possivelmente não tenham a informação necessária para evitar que o relógio dos aparelhos seja alterado automaticamente como se o horário de verão ainda estivesse valendo”, informou a nota.

A recomendação é para definir manualmente a hora no smartphone.

Como ajustar o horário:

– Entre no menu Configurações e procure o item chamado “Sistema”, depois, escolha “Data e Hora” ou algo similar (em alguns aparelhos talvez não seja necessário passar pelo menu “Sistema”).

– Desative as opções “Data e hora automáticas” e “Fuso horário automático”.

NSC Total