Justiça
Foto: Arquivo Pessoal

Após um ano da prisão do réu, de iniciais J.R., natural e morador de Campo Novo, sob a acusação de ter assassinado a própria namorada Cristiane Arenhard de 32 anos, no bairro Jardim Bela Vista em Itapiranga, o criminoso foi a júri popular na manhã desta quarta-feira, 25, no tribunal do Júri de Itapiranga. O julgamento, restrito aos profissionais envolvidos, sem a presença de público, foi transmitido pelo Youtube.

Jeferson Reckeziegel, de 33 anos, natural de Campo Novo, foi condenado a 29 anos e quatro meses em regime fechado por ter assassinado com onze facadas a mulher.

Foto: Reprodução

O fato aconteceu em 25 de novembro de 2019. Conforme informações da Polícia, Cristiane retornava do quartel onde havia ido registrar uma ocorrência contra o namorado, quando foi atacada pelo mesmo, tendo sofrido vários golpes de faca. Ela foi encaminhada ao hospital da cidade, mas não resistiu e veio a óbito. O homem fugiu, mas horas depois foi preso pela BM, já no RS.