Curiosidades
Reprodução/Arquivo Pessoal

Um “mamão gigante” medindo quase 1 metro e pesando 12 quilos, foi colhido e enviado para a moradora de Campo Grande, Glacira Brito, de 66 anos. O crescimento do “mamãozão” foi acompanhado bem de perto pela idosa, que ficou contente com o resultado das sementes mágicas. O fruto está intacto, ninguém comeu ainda.

Glacira foi questionada se era a dona do “mamão gigante”, com gargalhadas respondeu “sim”, de uma forma bem sincera. As sementes que ela diz serem “mágicas” foram dadas por uma amiga.

“As sementes vieram diretamente do Japão, minha amiga que me deu disse que vinha de lá”, detalhou a idosa.

Algumas sementes foram plantadas no terreno de Glacira, em Campo Grande, mas o pé de mamão não vingou. Com a expectativa de colher os mamões gigantes, a idosa deu algumas sementes para uma sobrinha, que mora em uma chácara, em Rio Verde (MS), a 205 km da capital.

“Então, aqui em casa o pé não deu em nada, não vingou. Mandei as sementes para minha sobrinha, lá deu certo. Todos os meses ligava para acompanhar o crescimento do pé, até quando começou a dar os primeiros frutos. O que ganhei é maior que meu braço”.

“Na fazenda, o pé deu mais de 20 mamões, todos bem grandes” comenta Glacira. O crescimento do pé foi acompanhado quase que diariamente pela idosa. Todos os dias ela enviava mensagens para a sobrinha e pedia fotos do pé de mamão.

Para finalizar, Glacira divide as risadas ao falar do “mamão gigante” com a expectativa de dividir o mamão com outras pessoas. “Eu não gosto de mamão, vou ter que cortar e dar para outras pessoas, vizinhos”.

Receba as notícias do Três Passos News no seu celular:

https://chat.whatsapp.com/Fab5E1SQAqK0SxNiOmvzZU

G1