Justiça
Foto: Reprodução

Para 64% dos brasileiros, a morosidade e a burocracia são os fatores que mais desestimulam o ingresso em uma batalha judicial. Os dados são de uma pesquisa inédita da AMB (Associação dos Magistrados Brasileiros) sobre a percepção que a sociedade tem da Justiça.

O levantamento é fruto de uma parceria da entidade com a FGV (Fundação Getulio Vargas) e foi executado pelo Ipespe (Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas). A pesquisa mostra que 28% dos entrevistados criticam a Justiça por entenderem que ela só favorece quem tem dinheiro, e 19% consideram que o Judiciário aplica penas muito leves.

Outros 14% dizem que a Justiça não é imparcial, quase o mesmo percentual dos que reclamam de pouca informação sobre como acessá-la (15%). Ainda assim, 59% dizem que vale a pena acionar os tribunais.

A pesquisa mostra ainda que a avaliação do funcionamento do Judiciário é menos severa entre aqueles que, de alguma forma, o conhecem ou o acessaram. Entre que os que são chamados de usuários do sistema, 65% afirmam que vale a pena recorrer à Justiça.

No total, 52% dizem confiar na Justiça brasileira. O índice é inferior ao de Estados Unidos (69%) e Grã-Bretanha (62%), por exemplo.

O Sul