Geral
Foto: PM/Divulgação

Prefeitos de Três Passos e de Barra do Guarita solicitaram audiência com o governador Eduardo Leite para tratar sobre o assunto.

A Administração Municipal de Três Passos representada pelo prefeito, Arlei Luis Tomazoni, juntamente com o prefeito de Barra do Guarita, Rodrigo Locatelli Tisott, que coordena o Movimento Pró-ponte, estão em Porto Alegre para tratar sobre a federalização da rodovia 163 e a construção da ponte sobre o Rio Uruguai, entre os municípios de Barra do Guarita/RS e Itapiranga/SC.

Neste intuito, os prefeitos mantiveram encontro com o deputado Estadual e presidente da Frente Parlamentar das Pontes, Paparico Bacchi, e com a deputada Estadual Zilá Maria Breitenbach.

Na ocasião, eles expuseram aos parlamentares, que a Comissão do Movimento Pró-ponte, entende que a obra será de extrema importância para o desenvolvimento das regiões noroeste do RS, extremo oeste de SC, e também para o país. Ainda, os gestores municipais solicitaram o apoio do deputado Bacchi para a construção da ponte, e auxílio na realização de uma audiência com o governador do Estado do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, a fim de que o movimento possa requerer a realização do projeto.

O prefeito Arlei entende que a construção desta ponte irá facilitar para que milhares de pessoas possam trabalhar com mais segurança na travessia do Rio Uruguai. “Facilitaria negócios entre empresas e autônomos, além da geração de emprego e renda nesses estados, e ainda fortalecendo o vínculo entre gaúchos e catarinenses”, complementou.

Atualmente a travessia do Rio Uruguai é realizada por balsa com rebocador, lanchas e pequenos barcos, o que torna a mobilidade obsoleta, demorada, onerosa e perigosa. Já o processo de federalização do trecho catarinense está em fase final no Ministério da Infraestrutura, e sobre o trecho gaúcho, já houve a conclusão do processo pelo DAER e atualmente encontra-se com o DNIT.

A Comissão do Movimento Pró-ponte é formada pela união da Amuceleiro, AMEOSC, Amufron, Facisc, Federasul, Famurs, Assemit, Cacis, Rota do Yucumã, e apoiada por Associações Comerciais, deputados e senadores e união popular.

Assessoria de Comunicação