Geral
Foto: Arquivo Pessoal

O assassinato do menino Bernardo Uglione Boldrini não saiu da lembrança dos gaúchos, porém agora, relatos de bênçãos alcançadas por meiod e orações e pedidos em nome de Bernardo é que vem causando curiosidade. Duas cartas chegaram até a cidade de Três Passos noticiando os fatos e em Santa Maria há uma placa de agradecimento por “graça alcançada” em cima do túmulo do garoto. Um das pessoas que agradecem a Bernardo por graça alcançada é de Ijuí.

De Ijuí quem escreveu a carta foi a aposentada Rosa de Vasconcellos, de 68 anos de idade, que segundo o relato dela, Bernanrdo apareceu para ela em um sonho. Rosa tinha uma doença nos olhos que a fazia enxergar apenas vultos e depois do sonho, voltou a enxergar normalmente. A aposentada relatou o ocorrido para os familiares de Bernardo por meio de uma carta e enviou a Três Passos.

“Eu comecei a ficar cega dos olhos, eu não enxergava quase nada, precisava fazer uma aplicação nos olhos, mas ia demorar. Desesperada, não sabia mais o que fazer. Uma noite fui dormir e sonhei que o menino Bernardo sentou do lado da cama e mexeu nos meus olhos. E acho que ele veio me curar, porque eu comecei a enxergar novamente. Eu fiquei muito feliz e tenho certeza de que foi o anjo Bernardo que me curou”, escreveu na carta.

A aposentada lembra que o sonho ocorreu em meados de junho e fez uma promessa de novena e que rezaria pelo Bernardo além de divulgar o que aconteceu. A carta escrita por Rosa acabou chegando até as mãos de Juçara Petry, vizinha que cuidava de Bernardo, alimentava, dava roupas, amor e ajudava nas atividades escolares do menino e assim a notícia se tornou pública.

Noroeste Online