Mundo
Foto: Reprodução

A jovem Kollam de apenas 25 anos, foi morta após a picada de uma Naja Indiana, cobra altamente venenosa. A autopsia foi feita e concluída em maio de 2020, mas apesar de ser um tipo de ataque muito comum, a família desconfiou da situação e prestou queixa. Através de apuração da polícia foi descoberto que o verdadeiro assassino teria sido o marido da vitima. 

Segundo informações da BBC Brasil, o crime já havia sido planejado e arquitetado pelo marido Suraj Kumar, desde 2019. Com um casamento organizado através corretor matrimonial indiano, Suraj, um bancário de 27 anos de origem humilde, alegou ter buscado o matrimônio para “obter ganhos financeiros”, já que o dote recebido foi de 720 gramas de ouro, um sedan Suzuki e 500 mil rúpias que é equivalente a 37 mil reais. 

Após o nascimento do primeiro filho do casal, as dificuldades de aprendizados da vítima se tornaram um gatilho para Kumar e assim começaram as tentativas de homicídio. Em 26 de fevereiro, o bancário adquiriu porte de uma víbora venenosa e tentou criar uma situação que deixasse evidente um crime passional, já que teria deixado a cobra na escada para que Kollam fosse atacada.

No mês seguinte ocorreu a segunda tentativa de homicídio, onde a vítima teria sido sedada e envenenada, mas como forma de esconder a situação, Kumar teria levado a vítima ao hospital, no qual ficou internada por 45 dias antes da terceira tentativa. O assassinato ocorreu no ambiente hospitalar, segundo investigação, o marido teria levado uma cobra dentro da bolsa e forçado o envenenamento.

Receba as notícias do Três Passos News no seu celular:

https://chat.whatsapp.com/I0eYhWj4T4B2SDRwvjXv3o

BBC Brasil