Polícia
Caso aconteceu no bairro Pindorama. Foto: TP News

Um casal foi surpreendido por uma mulher que tentava entrar em sua residência no final da noite de quinta-feira, 27, em Três Passos. O fato aconteceu no bairro Pindorama e deixou os moradores, de 61 e 56 anos, assustados e desconfiados de que a mulher praticaria um ato criminoso. Veja o relato da filha ao Três Passos News:

 “Era quase meia noite quando ouvimos alguém batendo insistentemente na frente e os cachorros furiosos, meus pais foram ver, era uma mulher, insistindo para que eles abrissem o portão, com a conversa que a mãe dela tinha ligado e que o pai dela tinha acabado de falecer, meus pais assustados falaram para ela ligar para o 190, ela sempre insistindo para que eles abrissem o portão e deixassem ela entra na residência, ela tento convencer minha mãe que o 190 não estava atendendo então minha mãe falou que tentasse o corpo de bombeiros, e a todo instante ela insistia para que meus pais a deixassem entrar na residência, então nesse meio tempo a mãe disse que observou dois caras na esquina parecendo observar tudo, então minha mãe avisou que ela mesmo iria telefonar para a polícia e chamar eles, foi aí que ela desistiu e falou que iria embora e que ela mesmo tentaria ligar. Acho que esse caso seria bom alertar a população, achamos que o que impediu ela de tentar abrir o portão foi que a nossa Border Collie e nosso Chow Chow a todo momento avançavam no portão chegando até morder a grade do mesmo, o que nos fez estranhar porque ambos são mansos, até após minha mãe ligou para o 190 e avisou do ocorrido. Minha mãe falou que o que chamou atenção foi que toda vez que ela falava ela olhava para a esquina do outro lado da rua, foi aí que a mãe observou e viu dois caras escondidos observando, foi aí que a mãe falou que iria ligar para a polícia ela mesma foi nesse instante que ela desistiu.”

Segundo os moradores, estava escuro, mas dava para notar que a mulher tinha cabelos na altura dos ombros, bem repartido ao meio, morena clara, magra, aparentava ter seus quase 30 anos, vestia calça jeans, regata branca e calçava havaianas.

O relato tem o objetivo de alertar a população para que fique atenta e não deixe a suspeita entrar em suas casas, avisando a polícia.